O Fim da Aposentadoria

fim da aposentadoria

Para começar a falar sobre o fim da aposentadoria, aqui vai uma retrospectiva do que meu pai sempre me dizia. Ele sempre me alertava sobre a importância de estudar para arranjar um bom emprego, trabalhar duramente ao longo dos anos. Para depois se aposentar e viver tranquilamente o resto da vida.

E eu digo para você: ele não estava errado!

Na época que ele tinha minha idade, foi educado desta forma. Mas hoje a nossa realidade é muito diferente. É só comparar: quantos irmãos seus avós têm ou tiveram? Quantos irmãos seus pais tem? Quantos irmãos você tem? Você perceberá que este número tem diminuído com o passar das gerações. Isso quer dizer que as famílias estão diminuindo.

Antigamente, as pessoas tinham 3 ou 4 filhos (muitas vezes até mais). Hoje em dia o máximo que tem são dois. E na maioria dos casos 1 filho apenas. Isso deve muito ao momento econômico que passamos atualmente. Para você ter uma ideia, a taxa de natalidade em 1950 era de, aproximadamente, 44%. Em 2015, este valor caiu para 14%.

O ‘custo’ de um filho é muito alto hoje em dia. Você gasta com escola, remédios, lazer, alimentação, transporte, roupas, entre outros. Sem contar também que antigamente as mães ficavam em casa cuidando dos filhos enquanto o pai trazia o sustento. Agora a mãe trabalha para equilibrar o orçamento da casa. Por isso, fica inviável ter vários filhos como antigamente. Além de outros fatores: hoje o mercado pet cresceu muito, as pessoas dão mais ênfase em suas carreiras do que propriamente a sua família, entre outros fatores.

Mas e o fim da aposentadoria? O que tem a ver?

Aí você me pergunta, mas o que isso tem a ver com o ‘Fim da Aposentadoria’? Eu respondo: quase tudo.

Hoje a gente ouve falar muito de reforma da previdência. Muita gente leva isso para o lado político e de ideologias. Eu levo para parte matemática, pois a matemática é uma ciência exata.

A conta é simples: nossos pais e avós, em sua maioria, conseguiram se aposentar pois na época deles existiam muitos mais contribuintes do que hoje. Porém, o cenário que temos agora é o de contribuintes diminuindo cada vez mais, pelos fatores que citei acima. E também pelo fato de que o avanço da tecnologia trouxe uma onda de empreendedores e autônomos que não contribuem com a previdência social. Reduzindo o saldo da conta para pagar os que tem direito.

E o que vai acontecer se continuar assim? O fim da aposentadoria. Pois, chegará um ponto que o valor das aposentadorias vai superar o de contribuições e com isso não terá dinheiro para pagar todo mundo. Por isso, o problema da aposentadoria não é um problema político ou de ideologia e sim um problema de conjuntura.

Claro que, aliado a isso, há também o fato de que a reserva do INSS é usada para outros fins, em muitos casos até obscuros e não é devolvido da mesma forma para quem contribui.

E como lidar com isso?

O que eu quero mostrar para você é que não existe mágica. Aquela ideia que meu pai me falou um dia e acredito que os seus pais também falavam de trabalhar arduamente para no final da vida você desfrutar de uma aposentadoria digna, hoje já não existe mais! Além de todo o problema do número de contribuintes que vem reduzindo ano a ano, você confiaria todo o dinheiro guardado do seu trabalho árduo de anos no governo do Brasil? Eu tenho certeza que a sua resposta é não!

Para você não ficar refém de um governo extremamente contraditório é MUITO importante que você pense desde já na sua aposentadoria! E a melhor forma de você pensar é criar.

Criar a sua aposentadoria desde já é muito importante para que lá na frente você não fique dependente de um governo, seja ele de qualquer tipo de ideologia. É importante você levar essa frase contigo como conselho: É preciso que hoje você crie a sua aposentadoria para poder recebê-la lá na frente. O contrário disso é deixar o seu futuro na mão do Governo.

Qual o futuro que você quer?

 

Guia Básico Sobre Consórcios

Consórcios: 7 Curiosidades que você precisa saber

COMPARTILHAR
Artigo anteriorConsórcio de Moto x Financiamento: Qual a melhor escolha?
Próximo artigoA Sua Aposentadoria Começa Hoje
Co-fundador da List Consórcios, atua no mercado de financeiro há mais de 10 anos. Com grande experiência em investimentos, auxilia os seus clientes através da plataforma List a escolherem a melhor alternativa conforme as suas necessidades.