Confira 5 Dicas de Planejamento Financeiro para Investir em Consórcio

planejamento financeiro para investir

Após descobrir que vale a pena usar o consórcio como investimento, você deve estar buscando formas elaborar um planejamento financeiro para investir. Ou mesmo para conseguir organizar suas despesas e reservar o valor necessário mensalmente.

Sabe-se que é possível fazer planos de consórcio com os mais variados valores de parcela. Inclusive, você pode simular o valor e a administradora ideais para você gratuitamente clicando aqui.

Por isso, decidimos ajudar você no planejamento financeiro para que seja possível chegar ao fim do mês sem utilizar toda a sua renda em função de suas despesas. Ou mesmo para que você consiga ter maior controle das suas finanças e investimentos.

Confira 5 Dicas de Planejamento Financeiro para Investir em Consórcio  

#1 Ferramentas de Controle Financeiro

No contexto em que vivemos, você pode utilizar as mais variadas ferramentas para facilitar a organização de tudo. Alguns aplicativos gratuitos como o Mobills, Organizze, Minhas Economias e o GuiaBolso podem te ajudar muito.

Com layouts simplificados, a possibilidade de dividir as despesas e notificar datas de pagamentos, essas ferramentas são muito úteis para o planejamento financeiro para investir.

Além disso, se preferir, pode usar as boas e velhas planilhas. Elas também servem e muitos dos apps tem possibilidade de importar planilhas. Ou seja, você pode usar suas planilhas junto aos apps.

#2 Regra SMART para Metas

A Regra SMART para definição de metas é um antigo método que consiste na escolha de metas por meio das 5 categorias (S.M.A.R.T). Sendo elas:

Specific (Específica): metas específicas são essenciais para que se possa definir um plano de ação que traga resultados. Por isso, seja sempre muito específico em suas metas, definindo valores claramente. Por exemplo: poupar X valor mensalmente.

Measurable (Mensurável): as metas devem ser mensuráveis, só assim será possível medir seu progresso em direção ao objetivo.

Attainable (Alcançável): as metas também devem ser alcançáveis, ou seja, realistas. Devem ser coerentes à sua atual situação financeira, sempre.

Relevant (Relevante): seu objetivo realmente deve ser importante para você. Essa será sempre sua motivação para seguir as ações com disciplina.

Time-based (Tempo limite, prazos): suas metas e seus objetivos devem ter data limite. Se você não fizer isso, dificilmente voltará todos os esforços para focar nisso.

#3 Monitore Avanços

Conforme o M da regra SMART, é válido ressaltar ainda mais a importância de monitorar avanços frequentemente. Essa é uma medida que ajuda você a analisar o que pode estar atrapalhando ou favorecendo o andamento do seu planejamento financeiro para investir em consórcio.

Defina uma data semanal e uma data mensal para fazer análises do seu progresso.

#4 Considere procurar uma renda extra

Se for o caso de você notar que para botar em prática o seu planejamento financeiro para investir será preciso ter uma renda maior, considere formas de fazer isso.

Existem muitas maneiras de conseguir rendas passivas atualmente, especialmente no meio digital. Pesquise algo que possa ser compatível com a sua rotina.

#5 Fundo de Reserva

Por fim, uma dica que não diz respeito somente ao planejamento financeiro para investir, mas para qualquer organização pessoal de contas. É essencial se organizar financeiramente em função da arrecadação de um fundo de reserva.

Esse fundo de reserva deve atender suas despesas mensais por pelo menos seis meses, em casos de emergência.

Para concluir, você pode conferir nossos materiais exclusivos e gratuitos sobre o investimento em consórcio.

INFOGRÁFICO: Entenda Como Funciona o Investimento Em Consórcio

Guia Básico de Investimento Em Imóveis Através de Consórcio  

Dúvidas? Deixe seu comentário!